quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Nua...

Adorei meter-me na cama e sentir-te assim nua! É como eu gosto que me esperes, nua e putinha, gulosa de mim e das nossas fodas.
De modo que não esperei por nada, a minha língua passeou por ti, que saudades desses biquinhos tesos, que saudades de te ouvir gemer enquanto os mordo. Doido de tesão, não pude evitar fazer-te o minete que tanto adoras, senti que te vieste na minha boca e eu fico deliciado quando isso acontece. Lambi-te toda, meti a tua coninha toda dentro da boca e chupei-a, mordi-a, o teu corpo era um arco retesado com a tesão e quando te viestes quase me afogavas, a cabeça entalada nas tuas coxas, o teu mel a correr para a minha boca....

Depois, não tivemos tempo nem paciência para mais nada, puxaste-me para cima de ti, agarraste no meu caralho duro e guiaste-o, tu própria o enterraste na tua coninha completamente aberta e encharcada.

"Fode-me, amor, fode a tua putinha, que não aguento a tesão...", gemeste para dentro de mim, enquanto me mordias a língua e a chupavas, nunca sei como consegues falar e morder-me ao mesmo tempo...

E eu enterrei-me até não sentir mais nada senão o teu corpo, já nem me sentia a mim, quando me esporrei para dentro de ti, violentamente e senti que me recebias, que recebias a minha esporra quente, e sorriste e te vieste e gritaste o meu nome, como sempre fazes quando te vens comigo e para mim...

Adorei meter-me na cama e sentir-te assim nua!

Amo-te!

3 comentários:

doiSabores disse...

Pele nua...sensaçã maravilhosa...
Beijos saborosos

Quando a lua apareceu disse...

beijos aluados de tesão!

Vontade de disse...

Uma óptima recepção!